segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Candidaturas

PROJETOS EM CONSÓRCIO DO PROGRAMA ERASMUS PLUS ENSINO ESCOLAR – KA101 – PROGRAMA ERASMUS+1

CONTRATO FINANCEIRO N.º 2019-1-PT01-KA101-060626 KA1 – Learning Mobility of Individuals – School Education Staff Mobility / Ação Chave 1 - Ensino Escolar

CANDIDATURA destinada a formação de pessoal – POR UMA EDUCAÇÃO PARA TODOS – FAEFA – 2019/2021 Mobilidades Erasmus + Atividades de mobilidade do projeto previstas (mas a serem ajustadas conforme a disponibilidade de parceiros) para elementos da administração, educadores, professores, assistentes técnicos e operacionais:

  • 10 Atividades de acompanhamento no posto de trabalho/Jobshadowing em países dos grupos 1 e 2 (Finlândia/Alemanha/…)
  • 4 Cursos Estruturados em Pedagogia e diferenciação pedagógica num país do grupo três (República Checa) 
  • 6 Cursos Estruturados em Línguas Estrangeiras (Inglês) em países do grupo 1 (República da Irlanda)

Lançamento da candidatura às mobilidades para 2020 - Prazo de candidatura – de 21 de outubro a 22 de novembro de 2019
Informações e link para formulário: https://forms.gle/c4a59rtz6seCNoK4A

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Plano de Desenvolvimento Europeu

O Município de Ansião iniciou um processo de internacionalização no início da década de 90, através de processos de geminação, abrindo novas fronteiras e oportunidades à população concelhia com o estabelecimento de relações com países europeus (Alemanha, França, República Checa e Finlândia) e sul-americano (Brasil) e África (Cabo Verde). Esta estratégia de internacionalização, bem como os projetos europeus desenvolvidos ao longo de vários anos, têm um impacto importante na comunidade escolar e na comunidade local do Município. Aprender a "olhar para o mundo", através da participação ativa em projetos europeus, contribui, de facto para o desenvolvimento integral das crianças e jovens e para a melhoria das competências pedagógicas dos seus agentes educativos e das competências de gestão e de organização da administração das instituições do consórcio. Os novos desafios da nossa sociedade, a grande diversidade cultural das nossas crianças e jovens, as orientações curriculares da educação pré-escolar (OCEPE), as aprendizagens essenciais (AE) das diferentes disciplinas, a estratégia nacional de educação para a cidadania (ENEC) e a de escola, o novo perfil do aluno (PA) à saída da escolaridade obrigatória, exigem que os educadores, professores e colaboradores, utilizem ferramentas mais adequadas para preparar e motivar os alunos e inovar na sala de aula do Século XXI.
O AEA iniciou a sua internacionalização em 1997 com a criação de Projetos Europeus e novas competências em gestão e pessoal, bem como em línguas estrangeiras e métodos de ensino (ferramentas e currículo) foram conseguidas melhorias nas práticas pedagógicas e na visão de uma Escola mais aberta às tendências europeias, de referência, com um impacto muito positivo na formação dos nossos alunos e nos seus resultados escolares. A Dimensão Europeia da Educação é uma vertente muito valorizada no seu Projeto Educativo, bem como a utilização das novas tecnologias como recurso educativo e comunicativo de referência. O envolvimento em projetos europeus como o Sócrates-Comenius, Aprendizagem ao Longo da Vida, Coménius, Comenius Régium, ETwinning e mais recentemente o Erasmus Plus têm sido de grande importância para a comunidade escolar.
A Santa Casa da Misericórdia de Ansião não tem experiência no âmbito de projetos europeus, contudo tem participado em atividades dinamizadas no âmbito das geminações europeias e de parcerias com as escolas e com o município. Foi efetuado um investimento significativo na construção de um novo edifício destinado ao apoio à infância, justificando-se agora o envolvimento em projetos europeus com atividade de observação de outros contextos socio económicos, culturais e pedagógicos para enriquecimento e partilha na instituição através dos seus educadores, colaboradores e dirigentes.
A escola do século XXI exige a partilha de métodos de trabalho inovadores, que contribuam para a melhoria da qualidade do trabalho prestado nas instituições, perspetivando as áreas de competência que pressupõe literacias múltiplas, tais como a leitura e a escrita, a numeracia e a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação, que são alicerces para aprender e continuar a aprender ao longo da vida. O consórcio em parceria com outras entidades europeias, a saber, escolas de kaarina - Finlândia e de Erbach - Alemanha e universidades e/ou centros de formação na República da Irlanda e República Checa promoverão ações destinadas a responder a uma vasta gama de necessidades.

Resumo do Projeto - FAEFA

Ka1 – ERASMUS PLUS – Ensino Escolar – Por uma Educação para Todos - Candidatura em consórcio do Município de Ansião, o Agrupamento de Escolas de Ansião e a Santa Casa de Misericórdia de Ansião - CANDIDATURA APROVADA – 24 meses – início a 31.05.2019 - RESUMO DO PROJETO “O Município de Ansião, o Agrupamento de Escolas de Ansião e a Santa Casa de Misericórdia de Ansião constituíram o consórcio que se candidatou ao presente projeto com o objetivo de reforçar as relações já estabelecidas e partilhar ideias sobre o ensino e a formação, perspetivando uma Escola do Século XXI e para todos. As áreas identificadas como prioritárias do projeto são as seguintes: Línguas Estrangeiras, Educação Inclusiva e Inovação Tecnológica em Educação, dando ênfase ao trabalho colaborativo e de intervisão, através de atividades de acompanhamento no posto de trabalho /Jobshadowing e frequência de cursos estruturados, bem como da integração e inclusão de crianças e jovens com necessidades educativas especiais ou alunos de outros contextos culturais. As instituições do consórcio têm investido em metodologias facilitadoras da plena inclusão social dos alunos contudo estas metodologias deverão desenvolver ao máximo o potencial das escolas e seus recursos por forma a facilitar o direito a cada aluno de participação num projeto educativo comum e plural que motive os alunos e que valorize o pessoal docente e não docente, colaboradores do consórcio. Os desafios do novo século estão bem presentes. Neste momento as escolas estão a preparar os alunos para um futuro cada vez mais incerto e para profissões que ainda não se sabe o que vão ser, pelo que também as instituições deverão ter esta abertura e postura para atualização dos conhecimentos, adaptabilidade e ousadia para educar para o século XXI. Objetivos principais previstos: - Integrar a inovação tecnológica para aproximar a escola da sociedade atual e tornar o espaço escolar mais inovador, melhorando os resultados escolares dos alunos; -Incrementar práticas e metodologias de trabalho colaborativo em todos os departamentos/áreas;-Introduzir mais tecnologia e outras abordagens inovadoras para re-imaginar o modelo de sala de aula de futuro e de escola; - Melhorar as competências em línguas estrangeiras a fim de formarmos cidadãos mais competentes, atentos aos problemas do mundo que os rodeiam e mais interventivos na sociedade; - Promover o desenvolvimento pessoal de crianças e jovens, para o desempenho de uma cidadania ativa e para a construção de sociedades democráticas que respeitem a diversidade cultural e linguística;-Contribuir para o desenvolvimento de práticas pedagógicas mais inclusivas e interculturais;- Garantir a igualdade e equidade de oportunidades e o sucesso escolar de todas as crianças e jovens. Participantes: Elementos da direção/administração, educadores, professores, assistentes técnicos e operacionais. Atividades de mobilidade: - 10 Atividades de acompanhamento no posto de trabalho/Jobshadowing, na Alemanha e na Finlândia ;- 4 Cursos Estruturados em Inovação Tecnológica, num país do grupo três; - 6 Cursos Estruturados em Línguas Estrangeiras (Inglês) no República da Irlanda. A divulgação destas atividades é da maior importância para o projeto e envolverá: a produção de ferramentas para o ensino e para uso em sala de aula e a partilha com colegas de outras escolas, de folhetos, blogues, artigos para os media e sites e documentários ou workshops para o canal de TV e rádio escolar; o desenvolvimento de projetos europeus como o eTwinning na sala de aula e o trabalho sobre temas apoiados pelo nosso projeto educativo como a Cidadania Aiva; a organização de dois Seminários de Boas Práticas com todos os elementos envolvidos nas mobilidades ao estrangeiro, aberto a todo o pessoal docente e não docente das escolas; a organização da comemoração do Dia da Europa / Tardes Interculturais, nos dois anos letivos do projeto; Estas atividades elencadas serão de grande interesse e impacto para a escola/instituições envolvidas no consórcio, uma vez que o seu pessoal terá a oportunidade de desenvolver práticas educativas em novos ambientes de aprendizagem, partilhando ideias com docentes e técnicos de educação de outros países europeus. Impacto: Prevê-se a realização de atividades para avaliar o impacto do projeto, nomeadamente a aplicação de questionários de satisfação após os fórum para avaliar a qualidade das intervenções e o número de participantes; aplicação de questionários on-line; dinamização de um blogue para avaliação do número de visualizações/seguidores; avaliação do impacto do projeto eTwinning e do número de parceiros envolvidos; divulgação de notícias nos jornais locais, regionais e newsletters; elaboração de relatórios das atividades; apresentação dos relatórios intermédio e final do projeto A formação específica nas áreas prioritárias e a partilha das melhores práticas proporcionará uma melhoria significativa no processo de ensino e aprendizagem nas escolas da região e na comunidade educativa mais alargada, contribuindo para influenciar as práticas pedagógicas. Novos tempos se avizinham, o Futuro chegou mais cedo! É urgente criar novos ambientes de aprendizagem.”

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Reunião de Conselho Erasmus+ de Ansião - 07 Outubro de 2019


PROJETOS EM CONSÓRCIO DO PROGRAMA ERASMUS PLUS 

Reunião do dia 07 de novembro de 2019 - Sala de Reuniões do Município de Ansião

O Município de Ansião, o Agrupamento de Escolas de Ansião e a Santa Casa de Misericórdia de Ansião constituem o consórcio que se candidatou ao presente projeto com o objetivo de reforçar as relações já estabelecidas e partilhar ideias sobre o ensino e a formação, perspetivando uma Escola do Século XXI e para todos.

CURSOS ESTRUTURADO OU ATIVIDADES DE JOBSHADOWING

KA1 – Learning Mobility of Individuals – School Education Staff Mobility / Ação Chave 1 - Ensino Escolar CANDIDATURA destinada a formação de pessoal – POR UMA EDUCAÇÃO PARA TODOS – FAEFA – 2019/2021


terça-feira, 1 de outubro de 2019

Por uma Educação para Todos


Por uma Educação para Todos
#faefa

Conheça a nossa candidatura.


Esta candidatura aposta na internacionalização destas 3 instituições

De braço dado com o Programa Erasmus+, as instituições irão investir na formação do seu staff educativo, possibilitar mobilidades internacionais aos recursos humanos, estabelecer parcerias com instituições de acolhimento, presenciar boas práticas educativas que têm como finalidade suprimir as necessidades do Agrupamento e contribuir para a melhoria do serviço educativo prestado pelas instituições que constituem o consórcio. 


 Consulte o projeto

Prevê-se que as atividades apoiadas ao abrigo desta Ação produzam também os seguintes resultados a nível das organizações participantes: 
  • maior capacidade de atuação a nível da UE/internacional: melhores capacidades de gestão e estratégias de internacionalização; reforço da colaboração com parceiros de outros países; aumento dos recursos financeiros afetados (fundos que não os da UE) à organização de projetos da UE/internacionais; maior qualidade na preparação, execução, monitorização e acompanhamento de projetos da UE/internacionais; 
  • método de atuação aperfeiçoado e inovador orientado para os grupos-alvo, proporcionando, por exemplo: programas mais aliciantes para os estudantes, estagiários, aprendizes/formandos, jovens e voluntários, em conformidade com as respetivas necessidades e expectativas; melhores qualificações do pessoal docente e dos formadores; processos aperfeiçoados de reconhecimento e validação das competências adquiridas durante os períodos de aprendizagem no estrangeiro; atividades mais eficazes em benefício das comunidades locais; práticas e métodos aperfeiçoados de animação de juventude de forma a envolver ativamente os jovens e/ou a abordar os grupos desfavorecidos, etc.;
  • um ambiente mais moderno, dinâmico, empenhado e profissional no seio da organização: preparado para integrar boas práticas e novos métodos nas atividades quotidianas; aberto a sinergias com organizações ativas em diversos domínios sociais, educativos e do emprego; com planeamento estratégico do desenvolvimento profissional do respetivo pessoal no que diz respeito às necessidades individuais e aos objetivos das organizações; se pertinente, capaz de atrair estudantes e pessoal académico de excelência oriundos de todas as partes do mundo. 

Prevê-se que, a longo prazo, o efeito combinado dos milhares de projetos apoiados ao abrigo desta Ação-chave tenha impacto nos sistemas de educação, formação e juventude dos países participantes, estimulando assim reformas das políticas e atraindo novos recursos para oportunidades de mobilidade dentro e fora da Europa.


segunda-feira, 15 de julho de 2019

Reunião Geral de Monitorização 2019 - 15 de julho de 2019

Reunião Geral de Monitorização destinada aos projetos do Setor de Ensino Escolar


Participação do consórcio composto pelo Município de Ansião, o Agrupamento de Escolas de Ansião e a Santa Casa de Misericórdia de Ansião, que se candidatou ao presente projeto com o objetivo de reforçar as relações já estabelecidas e partilhar ideias sobre o ensino e a formação, perspetivando uma Escola do Século XXI e para todos, na Reunião Geral de Monitorização dos projetos da Ação I do Ensino Escolar – 2019 promovida pela Agência Nacional Erasmus+ Educação e Formação, que faz parte das atividades preparatórias para a implementação do projeto. Dia 15 e 16 de julho de 2019, na Escola Secundária de Virgílio Ferreira, situada na Quinta dos Inglesinhos, rua do Seminário, em Telheiras, Lisboa.





A reunião de lançamento dos projetos foi um espaço privilegiado para a divulgação das regras de gestão dos projetos, esclarecimento de dúvidas, debate de opiniões assim como para a apresentação pessoal dos técnicos da Agência Nacional e dos responsáveis dos projetos.


Os objetivos da reunião, visavam uma reflexão sobre o papel dos diversos intervenientes nesta ação, e proporcionar uma experiência mais abrangente aos beneficiários de 2019 através de workshops temáticos em conjunto com beneficiários de projetos aprovados em 2017 e 2018, bem como ilustrar boas práticas e colmatar algumas lacunas ao nível da metodologia de projeto.